FERRAMENTAS DE GESTÃO – CONTROLE DE CAIXA

É comum ao microempreendedor individual acreditar que pela aparente simplicidade de seu negócio e por não precisarem de contador, não precisam adotar sistemas de controle financeiro em sua empresa, mesmo que simples.

 

Engana-se o empreendedor que pensa dessa forma, pois administrar corretamente as finanças certamente aumentará a lucratividade de seu negócio.

 

O controle de caixa é o instrumento apropriado para o microempreendedor ter o controle diário de suas entradas e saídas. É de preenchimento simples e de fácil entendimento.

 

O QUE É CONTROLE DE CAIXA? 

É uma rotina de controle diário onde são registradas todas as operações de entradas e saídas realizadas pela empresa. Sua função principal é o registro das movimentações financeiras da empresa. 

 

 

COMO FAZER O CONTROLE DE CAIXA?

A planilha abaixo é apenas um modelo explicativo de como elaborar o controle de caixa da empresa. Pode ser adaptadapara cada empreendedor conforme sua necessidade. 

 Basicamente o empreendedor faz os lançamentos de toda a movimentação financeira do dia (entradas e saídas).

PREENCHENDO O CONTROLE DE CAIXA 

 

Primeiro passo:

Verificar nas anotações o saldo que ficou em caixa referente ao dia anterior. Por exemplo: dia 04/09/2017 ficou saldo em caixa de R$ 890,00. Esse valor é lançado na planilha como saldo anterior, na data de 05/09/2017.

 

Veja como fica o lançamento:

segundo passo:

Verificar nas anotações o saldo que ficou em caixa referente ao dia anterior. Por exemplo: dia 04/09/2017 ficou saldo em caixa de R$ 890,00. Esse valor é lançado na planilha como saldo anterior, na data de 05/09/2017.

 

Veja como fica o lançamento:

Terceiro passo:

Ao fim do dia fazer a conferência dos valores de entradas e saídas e verificar o saldo que ficará disponível no caixa para o dia seguinte.

PREENCHENDO O QUADRO

Na coluna saldo os valores sãos somados ou diminuídos de acordo com a operação. Veja alguns exemplos: 

 

Exemplo 1: 

Venda à vista no valor de R$ 650,00.

05/01/2017 – Vendas à vista – nota nº 1.

R$ 890,00 + R$ 650,00 = R$ 1.540,00 

Exemplo 2: 

Recebimentos de vendas a prazo no valor de R$ 1.250,00.

05/01/2017 – Recebimentos de vendas a prazo conf. Cheque nº 1234.

R$ 1.540,00 + R$ 1.250,00 = R$ 2.790,00 

Exemplo 3: 

Pagamento despesas com papelaria no valor de R$ 45,00

05/01/2017 – Pagamento Papelaria Papel – NF nº 123.

R$ 2.790,00 – R$ 45,00 = R$ 2.745,00 

Exemplo 4:

Pagamento diarista no valor de

R$ 70,00.05/01/2017 – Pagamento

Serviços de limpeza – recibo nº 1.R$ 2.745,00 – R$ 70,00 = R$ 2.675,00 

Proceder desta forma com todas as movimentações do dia. Ao final do dia somar o total de entradas e saídas do dia e verificar o saldo que ficará disponível em caixa para o dia seguinte.

 

Segue exemplo:

Somar todos os valores da coluna entrada e preencher o valor total, e da mesma forma somar todos os valores da coluna saída e preencher o valor total. Diminuir as entradas das saídas e preencher o valor encontrado na coluna ‘Saldo a transportar’.

 

Entradas: 2.900,00

Saídas: 2.745,00

R$ 2.900,00 – R$ 2.745,00 = R$ 155,00

Uma regrinha para verificar se o preenchimento está correto é diminuir o saldo final do dia com o saldo do dia anterior. Veja: 

 

Saldo anterior: R$ 890,00

Saldo ao fim do dia: R$ 1.045,00

Verificação: R$ 1.045,00 – R$ 890,00 = R$ 155,00

O controle utilizado neste exemplo é de fácil manuseio dos empreendedores. Uma ferramenta simples, mas que faz toda a diferença para o empreendedor que quer ter em suas mãos o controle da empresa.  

 Disponibilizamos também o download do modelo da planilha de controle de caixa. 

Uma ótima gestão e bons negócios!